Grafite, diamante, fulereno e grafeno – quais as diferenças?

Grafite, diamante, fulereno e grafeno são substâncias de que ouvimos falar. De facto, têm algo em comum, mas apresentam propriedades distintas. A diferença entre estas substâncias é explicada pela Alotropia.

Existem vários elementos químicos com formas alotrópicas, a título de exemplo, o carbono, o oxigénio, o enxofre, o fósforo.

Alotropia

O termo Alotropia foi proposto pelo químico sueco Jacob Berzelius (1779 – 1848), que é considerado um dos fundadores da química moderna, para definir a capacidade que alguns elementos químicos possuem para, através de ligações covalentes (partilha de eletrões), formarem duas ou mais substâncias simples diferentes.

Definições

Em Química, distinguimos substâncias simples de substâncias compostas.

Desta forma, os alótropos são substâncias simples formadas por um único elemento químico. Portanto, podemos afirmar que todos os alótropos são substâncias simples, mas nem todas as substâncias simples são alótropos! Estas substâncias diferenciam-se pela quantidade de átomos ou pelo rearranjo dos mesmos no espaço.

Falando, especificamente, do átomo de carbono, este pode unir-se a outros átomos de carbono através de ligações covalentes (partilha de eletrões), originando materiais muito diferentes, tal como a grafite, o diamante, o fulereno e o grafeno. Estas substâncias simples são formadas apenas por carbono, porém, a grande diferença entre elas é a maneira como os átomos ficam organizados nas moléculas, ou seja, o rearranjo dos átomos.

Especificações de alguns alótropos do carbono

4 comentário em “Grafite, diamante, fulereno e grafeno – quais as diferenças?

  1. Alexandra Veiga comentou:

    Muito, muito interessante. Não fazia a menor ideia destas diferenças. Mais uma vez, agradecida pela difusão de conhecimento científico.

  2. Nuno Gomes comentou:

    Muito interessante. Gostei de ler e aprender mais, porque o conhecimento não ocupa lugar! Parabéns pela escolha dos temas tratados.

  3. Cecília Maria comentou:

    Tema interessantíssimo. Não fazia a mais pequena ideia destas diferenças. A ciência é tão importante para a explicação destes assuntos, o diamante e a grafite, tão diferentes mas os dois constituídos por carbono apenas, que máximo!

  4. Antonio comentou:

    Excelente explicação, pelas conceituações encontradas não estava compreendendo a diferença dos alotropos grafeno e fulereno

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *