Nuno Peres – um físico português de referência

Nuno Peres é investigador do Centro de Física e professor do Departamento de Física da Escola de Ciências da Universidade do Minho. Vê-se reconhecido internacionalmente pelo seu trabalho: o trabalho de um físico!

Sabemos bem como é difícil ser cientista em Portugal. Sabemos melhor ainda como é tarefa árdua ver o seu trabalho reconhecido e premiado.

Área de estudo

Este professor catedrático foi, em 2004, o primeiro físico português a investigar o grafeno. O grafeno é a forma cristalina, bidimensional do carbono. Assim, Nuno Peres estuda as propriedades eletrónicas e óticas de materiais bidimensionais. O seu trabalho neste âmbito tem sido muito valorizado, pois, efetivamente, o grafeno é considerado um “material do futuro”. Este material de espessura monoatómica tem propriedades extraordinárias e múltiplas aplicações, a saber, na eletrónica, na fotónica, em materiais compósitos, em sensores e na saúde.

Além disto, o físico, natural de Arganil, Coimbra, ocupa ainda o cargo de coordenador nacional do Graphene Flagship. Este representa um dos maiores programas científicos europeus e envolve mil milhões de euros.

Reconhecimento internacional

Nuno Peres é também o cientista a trabalhar em Portugal cujas publicações são mais citadas no mundo por outros investigadores. Esta informação é dada pela lista Highly Cited Researchers 2018, da norte-americana Clarivate Analytics, que inclui cerca de 4000 cientistas mundiais. Assim, cada artigo do físico foi citado em média 314 vezes, perfazendo 24.508 citações nos últimos 12 anos.

Por outro lado, deve-se destacar ainda que Nuno Peres é coautor de um artigo que saiu numa revista científica muito conceituada a nível mundial – a revista Science. O artigo intitula-se Field-Effect Tunneling Transistor Based on Vertical Graphene Heterostructures. Entre os coautores deste trabalho estão os Prémios Nobel da Física de 2010, André Geim e Kostya Novoselov.

Este cientista já recebeu vários prémios, nomeadamente, Gulbenkian Ciência, Seeds of Science e de Mérito à Investigação.

Portanto, isto só nos leva a inferir que as investigações que Nuno Peres tem conduzido são, sem sombra de dúvidas, de extrema importância, não só em Portugal como em todo o mundo!

Ainda bem, que este cientista não decidiu mudar-se para outro país que lhe desse maior atenção, como aconteceu com muitos dos nossos investigadores, que se viram obrigados a emigrar para verem devidamente reconhecido o seu trabalho e a sua dedicação à Ciência.

Nuno Peres optou por ficar em Portugal, teve a coragem de desenvolver cá os seus estudos e nós agradecemos-lhe por isso e por todos os contributos que tem dado na área da Física.

Em jeito de conclusão, apraz-nos dizer: dêmos crédito a quem merece crédito!

2 comentário em “Nuno Peres – um físico português de referência

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *