Alternativas após o 9.º ano: Parte II – Cursos com Planos Próprios

No artigo Alternativas após o 9.º ano: Parte I – Cursos Científico-Humanísticos que publicamos na semana passada, começamos por destacar as diversas opções disponíveis no Ensino Secundário.

Ainda no mesmo artigo, abordamos apenas os Cursos Científico-Humanísticos, que serão os mais indicados para quem pretende prosseguir os estudos a um nível superior.

No artigo de hoje, vamos mencionar uma outra opção para que, terminado o 9.º ano, os alunos possam prosseguir os estudos.

Cursos Com Planos Próprios

Iniciamente, estes cursos começaram por ser uma experiência pedagógica dos estabelecimentos de ensino particular e cooperativo. De facto, e até à última revisão curricular, estabelecida pelo Decreto-Lei n.º 139/2012 de 5 de julho, esta oferta esteve circunscrita aos Estabelecimentos de Ensino Particular e Cooperativo (EEPC).

Este ultimo decreto introduziu a possibilidade do alargamento dos CPP a mais estabelecimentos de ensino particular e cooperative mas também a escolas públicas.

Os Cursos com Planos Próprios (CPP), vulgarmente denominados Cursos Científico-Tecnológicos, oferecem, na maioria dos casos, dupla certificação.

Assim como os Cursos Científico-Humanísticos, também os CPP são orientados para o prosseguimento de estudos. No entanto, e ao contrário dos anteriores, estes têm uma forte componente de formação tecnológica.

Estes cursos procuram dar resposta a parte do público escolar. Na tentativa da obtenção do sucesso dos alunos, apelam ao envolvimento de diversos orgãos e instituições da comunidade envolvente:

  • empresas
  • comunidade científica
  • autarquias
  • famílias

Os CPP apresentam a seguinte organização:

Por outro lado, e ao invés dos Cursos Científico-Humanísticos, estes cursos existem apenas num reduzido número de estabelecimentos de Ensino.

Os CPP são criados através de Portaria, publicada para cada estabelecimento de ensino, onde constam as respetivas matrizes dos cursos. O seu regime de organização e funcionamento é definido conforme a tabela seguinte:

Continuaremos na próxima semana a abordar algumas das restantes possibilidades para prosseguir para o Ensino Secundário.

2 comentário em “Alternativas após o 9.º ano: Parte II – Cursos com Planos Próprios

  1. Suzana Rios comentou:

    Boa tarde,

    gostaria de saber qual a forma para cálculo da média de acesso ao ensino superior no caso dos cursos científico tecnológicos ( neste caso o Curso de Produção Gráfica )

    Muito obrigada

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *