5 benefícios das brincadeiras com cozinhas infantis

Atualmente, as cozinhas de brincar já são um must-have para qualquer sala de creche e infantário. E ainda bem! Para além de as crianças adorarem brincar ao faz de conta nestes cenários, as cozinhas infantis, enquanto brinquedo, são realmente importantes para os primeiros anos de desenvolvimento das crianças. Ora leia…

  1. Aprimoram as capacidades motoras

Para uma criança, aprender a coordenar-se a si e aos seus membros pode ser muito complicado. Mas nada que a prática não ajude. As cozinhas de brincar são ótimas para o desenvolvimento motor, tanto ao nível da motricidade fina – pegar nos alimentos, sentir as texturas dos materiais –, como ao nível da motricidade grossa.

  1. Promovem o desenvolvimento social

Talvez um dos maiores obstáculos do crescimento seja na comunicação. É difícil para as crianças fazerem-se entender pelos adultos e é ainda mais difícil reconhecer as emoções nas outras pessoas. Um cenário de dramatização em cozinhas infantis pode ser muito importante para que elas, em grupo, desenvolvam a sua capacidade comunicativa.

  1. Ensinam atividades reais

As crianças aprendem observando e copiando o que os adultos fazem. E, claro, quando se trata da cozinha, há muito que aprender. Uma cozinha real pode nem sempre ser um lugar seguro para uma criança pequena, mas uma cozinha infantil permite que ela compreenda alguns conceitos básicos, como cozinhar, limpar e arrumar de uma maneira segura e agradável.

  1. Estimulam a imaginação

Como disse Albert Einstein… “se quiser que os seus filhos sejam brilhantes, leia-lhes contos de fadas. Se quiser que sejam ainda mais brilhantes, leia-lhes ainda mais contos de fadas.” É muito importante permitirmos que as crianças cresçam e se desenvolvam artística e criativamente. Brincar às casinhas ou aos chefs, por exemplo, é uma ótima maneira de o fazer.

  1. Levam as crianças a comer melhor

Vários estudos têm mostrado que envolver as crianças na preparação das refeições as ajuda a comer de maneira mais saudável. É o caso de um estudo feito na Universidade de Alberta, no Canadá, que concluiu que a preferência por verduras foi 10% superior entre as crianças que cozinhavam com os pais. Nas cozinhas infantis, as crianças têm a oportunidade de explorar os diversos alimentos, sejam eles artificiais ou verdadeiros. Com o acompanhamento dos pais ou dos educadores, podem compreender quais são os alimentos mais saudáveis e como devem comer ao longo do dia.

 


Está à procura de um conjunto de cozinha?

Conheça as linhas de mobiliário de cozinhas faz de conta do Abc Escolar.

 


Gostou deste artigo? Subscreva a nossa newsletter e fique a par de todas as novidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *