Esclarecimentos acerca do Decreto-Lei n.º 54/2018, de 6 de julho (2)

Dando continuidade à temática apresentada anteriormente – Medidas de Gestão Curricular – vamos especificar algumas das formas de operacionalizar duas das componentes das Acomodações Curriculares, nomeadamente as relacionadas com a organização do tempo e do espaço e com a apresentação de conteúdos e planificação de atividades.

 

Organização do Tempo e do Espaço

– Apresentar sugestões para gestão do tempo;

– Estender ou mesmo não utilizar um tempo fixo para o desempenho de uma atividade;

– Permitir intervalos durante as tarefas;

– Organizar o espaço da sala de aula de forma a não conter estímulos que possam ser distrativos;

– Sentar o aluno de frente para o quadro;

– Sentar o aluno perto do professor;

– Sentar o aluno junto de um(a) colega que possa ser um modelo positivo;

– Manter a proximidade ao aluno;

– Proporcionar o uso de espaços alternativos para trabalhar tarefas específicas;

– Prestar atenção à iluminação do espaço da sala de aula.

 

 

Apresentação de Conteúdos e Realização de Atividades

– Planificar a aula tendo em conta os diferentes níveis de dificuldade;

– Diminuir os conteúdos por aula;

– Segmentar as apresentações mais longas;

– Verificar regularmente a compreensão dos conteúdos e das instruções;

– Rever sistematicamente os conteúdos;

– Exemplificar os conteúdos com situações reais;

– Dar instruções claras, não sobrecarregando o aluno com muita informação ao mesmo tempo;

– Escrever no quadro as instruções dadas oralmente;

– Fazer repetir as orientações;

– Assegurar que as orientações são compreendidas;

– Usar tecnologias e materiais de suporte à aprendizagem;

– Facultar pistas visuais como gráficos ou esquemas;

– Ensinar previamente o vocabulário fundamental para a compreensão dos conteúdos;

– Apresentar de forma faseada novos conceitos;

– Disponibilizar notas fotocopiadas ou um guia de estudo a alunos com dificuldades de coordenação oculomanual;

– Dar mais tempo para a concretização das tarefas;

– Permitir respostas orais em vez de utilizar a escrita para demonstrar a compreensão de conceitos;

– Disponibilizar tempo extra para o processamento de informação;

– Disponibilizar suportes auditivos para limitar a quantidade de texto a ler;

– Variar as atividades com frequência;

– Indicar claramente a transição de assuntos.

 

 

Toda esta dinâmica exige da parte do professor um enorme esforço para dar resposta a uma grande diversidade de alunos, mas também para adaptar o processo de ensino aos diferentes estilos e ritmos de aprendizagem.

No próximo artigo, iremos continuar a dedicar algum tempo às Acomodações Curriculares, nomeadamente à apresentação de algumas práticas a adotar relativamente à organização do estudo, ao comportamento e à avaliação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *