Laboratórios na escola – a importância das aulas práticas

Os laboratórios na escola, sejam de Química, de Física, de Biologia, de Geologia, são essenciais para estimular nos alunos a curiosidade, a autonomia, a criatividade, o espírito critico, a responsabilidade, entre outras competências, contribuindo-se desta forma para a qualidade do ensino.

Desde há muito tempo se defende as aulas de cariz mais prático com o objetivo fulcral de facilitar a aprendizagem. Assim, os discentes devem pôr as mãos na massa, ser eles próprios a experimentar, a fazer, a mexer, a manipular. Desta forma, possibilitamos experiências de aprendizagem mais marcantes e que perduram na sua memória.

As escolas devem, portanto, estar dotadas de espaços apropriados à realização de atividades práticas, laboratoriais e/ou experimentais.

A relevância das aulas práticas

A aulas de natureza prática, laboratorial e/ou experimental fazem dos processos de ensino e aprendizagem algo muito mais completo. De acordo com isto, pode afirmar-se que estas aulas complementam as aulas mais teóricas, sejam ministradas antes, para servir de mote a determinados assuntos, sejam depois, para consolidar alguns conteúdos.

Desta forma, os alunos ficam muito mais motivados para o estudo das ciências. Neste tipo de aulas, os mesmos desenvolvem capacidades de investigação e de resolução de problemas. Estas capacidades são extremamente úteis para a sua vida futura, para cidadãos responsáveis e cultos, que queremos participativos na sociedade.

Também conseguem desenvolver skills laboratoriais. E, perceber, no devido contexto, o trabalho de um químico, físico, biólogo… e quem sabe, definir a profissão que escolherão no futuro.

A montagem de um laboratório

Preparar um laboratório obedece a muitas normas. Isto porque é um ambiente direcionado especificamente para a realização de atividades de cariz mais prático, laboratoriais e/ou experimentais em que o aluno deve ter muita autonomia, recorrendo a materiais, equipamentos e reagentes adequados.

O espaço selecionado deve ter em conta as dinâmicas de trabalho e respeitar todas as regras de segurança vigentes.

Isto requer um projeto detalhado sobre, por exemplo, a localização das bancadas, instalação das bancas com água, do gás e das tomadas elétricas, dos equipamentos de segurança e respetiva sinalização, a escolha do piso, o sistema de iluminação e de ventilação, ter espaços de apoio (arrecadações) para arrumar recursos e instrumentos não usados em determinadas ocasiões, entre outros aspetos.

Em conclusão, é de extrema relevância cumprir as normas que orientam professores e alunos quanto ao uso correto e mais eficaz dos laboratórios. Deste modo, as aulas  decorrem normalmente e, principalmente, é privilegiada a segurança de todos.


Subscreva a newsletter do blog e seja notificado sempre que lançamos novos artigos.

2 comentário em “Laboratórios na escola – a importância das aulas práticas

  1. Joana Pereira comentou:

    Realmente muito importantes as aulas práticas, que permitem às crianças mexer, serem elas próprias a fazer. Desta maneira as aprendizagens ficam na sua lembrança por um longo período de tempo. Parabéns pelos textos.

  2. Carlos Faria comentou:

    Excelente. Também valorizo muito a componente prática e os laboratórios são os espaços apropriados para a desenvolver. Os alunos ganham outra motivação. Infelizmente, algumas escolas ainda não têm e seria ótimo que todos os alunos tivessem as mesmas experiências. Por isso, o texto é muito pertinente e pode levar a que outras instituições montem laboratórios. Bem hajam

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *